Tiradentes: Cidade histórica em Minas Gerais

Para quem gosta de um passeio com muita história e boa gastronomia, deve incluir a cidade de Tiradentes na lista de próximos destinos. Cidade pacata e histórica, com aproximadamente 8 mil habitantes, possui muitas de suas casas e calçamentos de pedra preservados, com um centro histórico encantador.

A cidade reserva aos turistas uma boa gastronomia, artesanatos, ateliês, bistrôs, docerias, cachaças e muito mais. Fica localizada a 330 km do Rio de Janeiro (aproximadamente 5h de viagem), a 190km de Belo Horizonte (aproximadamente 3h30 de viagem) e a 480km de São Paulo (aproximadamente 7h de viagem).

Onde se hospedar?

Se você está procurando maior comodidade e proximidade sugerimos que se hospede em alguma pousada ou hotel em Tiradentes mesmo próximo ao Largo das Forras ou da Rua Direita, pois ali você conseguirá sair e fazer praticamente tudo a pé.

Agora se você está buscando economia, esqueça essa opção. As acomodações em Tiradentes tem um preço bem elevado, principalmente próximo desses lugares mais procurados.

A nossa sugestão para quem quer economizar e vai viajar de carro é se hospedar na cidade vizinha, São João del-Rei. Lá a hospedagem é mais em conta e você ainda pode tirar metade de um dia ou um dia inteiro para conhecer as igrejas e o centro histórico da cidade.

Quando ir?

Tiradentes possui um turismo muito forte e a procura pela visita à cidade é muito grande, principalmente nos finais de semana e feriados. Por ser uma cidade pequena, ela fica bastante cheia nessas épocas. 

Portanto, se você está querendo fugir da aglomeração e tem a opção de visitar a cidade em dia de semana, essa é a nossa recomendação.

O que fazer em Tiradentes?

Dentre os pontos turísticos que existem na cidade, destacamos os seguintes: Igreja Matriz de Santo Antônio, Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, Largo das Forras, Rua Direita, Chafariz São José, Museu de Sant’Ana e Passeio de Maria Fumaça. Além destas atrações históricas, a cidade proporciona ao visitante um belo contato com a natureza, com empresas especializadas em esportes de aventura, trilhas e diversas cachoeiras pela região.

Comece explorando a cidade pelo Largo das Forras

O Largo das Forras é a principal praça de Tiradentes e é um ótimo ponto de partida para começar a explorar o Centro Histórico da cidade. 

Nos arredores da praça estão localizados restaurantes, bares, lojas de artesanatos e produtos típicos, pousadas e o centro de atendimento ao turista.

Lá também é possível encontrar as partidas das tradicionais charretes.

Caminhe pela Rua Direita

Caminhar pelas ruas de Tiradentes é uma verdadeira volta ao passado. E a Rua Direita, principal rua da cidade, tem calçamento de pedras e construções históricas preservados, além de uma linda vista para a Serra de São José ao fundo. 

Rua Direita
Rua Direita

Ela é uma via curta e dá para percorrer tranquilamente a pé e é lá que você irá encontrar os principais e mais premiados restaurantes da cidade, algumas lojas e pousadas de Tiradentes.

E um detalhe, para caminhar na cidade utilize sapatos confortáveis principalmente porque o calçamento é de pedra, se tornando bastante desafiador utilizar sandálias de salto, por exemplo.

Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos

A Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Preto foi uma igreja construída pelo negros no período colonial para sua própria utilização pois naquela época havia uma distinção e os negros não podiam utilizar as mesmas igrejas dos ricos e brancos.

Uma curiosidade é que em seu interior possui muito ouro que provém da mineração da região, onde os próprios negros pegavam o metal para a decoração do interior desta igreja.

Igreja Matriz de Santo Antônio

A Igreja Matriz de Santo Antônio é o principal templo católico de Tiradentes e também o mais antigo. Ela fica em uma parte bastante alta da cidade, podendo ser vista de quase todas as partes da cidade. Além disso sua frente é voltada para a Serra de São José, tendo um visual lindo lá de cima.

Igreja Matriz de Santo Antônio
Igreja Matriz de Santo Antônio

Ela é um dos mais ricos exemplares do barroco brasileiro e possui 482kg de ouro no seu interior, sendo a segunda Igreja com a maior quantidade de ouro do Brasil. Ela fica atrás apenas da Igreja do Convento de São Francisco, em Salvador, que tem cerca de 800kg, e à frente da Matriz Basílica de Nossa Senhora do Pilar de Ouro Preto, que possui 450kg do metal.

Na parte da frente da Igreja Matriz de Santo Antônio, em Tiradentes, encontramos um relógio de sol em pedra-sabão, com a numeração das seis da manhã às seis da tarde gravada em algarismos romanos, feito em 1785.

Relógio do sol em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio
Relógio do sol em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio

O mostrador possui duas faces para seis meses do ano, conforme a posição da Terra em relação ao Sol. Esse relógio tornou-se hoje um símbolo da cidade de Tiradentes.

Chafariz de São José

O Chafariz de São José foi construído em 1749 e é considerado o mais belo chafariz do Brasil. Possui fachada barroca e é trabalhado em quartzito.

Chafariz de São José em Tiradentes
Chafariz de São José em Tiradentes

Ele foi construído com três funções: abastecer com água potável a população, servir como suporte para as lavadeiras locais e bebedouro aos animais. A parte da frente deste chafariz era o que servia água à população (destinada aos homens livres) no período colonial. Na parte de trás existem duas outras saídas de água, à esquerda era onde as escravas lavavam as roupas e, à direita, um bebedouro destinado aos animais e aos escravos.

Visite o Museu de Sant’Ana

O Museu de Sant’Ana foi desenvolvido pelo Instituto Cultural Flávio Gutierrez por dois motivos. O primeiro deles foi a conservação de um emblemático exemplar arquitetônico da Tiradentes de outrora, a Cadeia Pública. E o segundo motivo, como seu próprio nome já bem traduz, a exposição de um acervo singular de peças sacras de Sant’Ana.

Museu de Sant'Ana em Tiradentes
Museu de Sant’Ana em Tiradentes

O museu é um acervo particular com 300 imagens de Sant’Ana que é a mãe de Maria. Sempre representada como uma mulher madura, serena, transmitindo seu conhecimento ou guiando a Virgem Maria pelas mãos, quando não a traz no colo. 

Além das imagens que representam Sant’Ana ainda possui outras representações com Joaquim, avô de Jesus.

Experimente a gastronomia de Tiradentes

A cidade de Tiradentes possui ótimos restaurantes com a típica comida mineira mas também outros com culinária de outras partes do mundo.

A nossa sugestão é que se você vai visitar a cidade no final de semana ou em algum feriado, faça a reserva com antecedência nos restaurantes que mais tem vontade de comer pois o turismo na cidade é muito forte e nessas épocas a cidade, que já não é muito grande, fica bastante cheia. O que faz com que a procura pelos restaurantes mais famosos seja realmente muito grande.

Portanto, não deixe para chegar lá e tentar reservar ou chegar no restaurante e tentar vaga. Faça a reserva com uma semana ou duas antes da sua viagem.

Faça o passeio de Maria Fumaça

Se você tem mais de um dia na cidade de Tiradentes não deixe de fazer o passeio de Maria Fumaça que leva até São João del-Rei. É um passeio realmente imperdível com duração de aproximadamente 45 minutos em um trecho de 12km em vagões de madeira antigos.

Maria Fumaça Tiradentes
Maria Fumaça Tiradentes

Saiba mais sobre o passeio de Maria Fumaça clicando neste link.

Explore o centro histórico da cidade de São João del-Rei

Você pode pegar ida e volta do passeio de Maria Fumaça com um intervalo até a volta e com isso conseguir explorar um pouco do centro histórico e visitar algumas igrejas da cidade de São João del-Rei.

Solar dos Neves - Antiga residência de Tancredo Neves
Solar dos Neves – Antiga residência de Tancredo Neves

Saiba mais sobre São João del-Rei clicando neste link.

Visite Bichinho

Se você tem um tempinho maior na cidade não deixe de visitar Bichinho.

Casa Torta em Bichinho
Casa Torta em Bichinho

Bichinho é um vilarejo que faz parte da Estrada Real e pode ser visitado com poucas horas. Fica bem próximo a Tiradentes e possui muitos ateliês, lojas de artesanatos, oficinas, alambiques e bons restaurantes de comida típica mineira. É um passeio bem tranquilo para se fazer com a família no interior de Minas Gerais. 

Saiba o que fazer em Bichinho clicando neste link.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *