Pico da Bandeira, o terceiro ponto mais alto do país

O Pico da Bandeira está localizado no Parque Nacional do Caparaó, na serra do Caparaó, na divisa entre os municípios de Ibitirama (Espírito Santo) e Alto Caparaó (Minas Gerais). Ele é o terceiro ponto mais alto do país, com 2891,32 metros de altitude.

Existem trilhas tanto pelo lado do Espírito Santo quanto pelo lado de Minas Gerais e são bem sinalizadas. Nós subimos pelo lado de Minas Gerais, onde o acesso se dá pelo Portal Alto Caparaó no município de Alto Caparaó. Da cidade até a portaria do parque são 10 km e dentro do parque há mais 6 km de estrada até Tronqueira, onde deve-se deixar o carro e iniciar a trilha.

Cume da Trilha do Pico da Bandeira
Cume da Trilha do Pico da Bandeira

A trilha pode ser feita de duas maneiras, ou você vai direto ou divide o percurso escolhendo acampar no Terreirão que fica mais ou menos na metade do caminho. Essa segunda opção é escolhida para que seja possível ver o nascer do sol lá de cima do pico, que foi o que nós escolhemos fazer.

Chegando ao Terreirão

Subimos de carro os primeiros 6km até a Tronqueira, não é uma subida muito simples, tenha cuidado pois ´é bastante íngreme. Chegando à tronqueira deixamos o carro estacionado ali e subimos por trilha 3,7km até chegar ao Terreirão, levamos nesse percurso aproximadamente 2 horas.

Lá no Terreirão armamos a nossa barraca e ficamos aguardando até as 2h da manhã para subir até o pico para ver o nascer do sol.

No Terreirão você terá o espaço necessário para fazer o seu acampamento. No local tem banheiro e água, porém não tem energia elétrica. Se você escolher fazer o percurso de madrugada não se esqueça de levar lanternas e roupas de frio, como casaco corta vento e segunda pele. Mesmo no verão lá no alto do Pico a temperatura é bem mais baixa. Além disso, esteja equipado com água suficiente e alimentos.

Acampamento no Terreirão
Acampamento no Terreirão

Continuando a subida de madrugada

Às 2h da manhã continuamos a nossa subida. Do Terreirão até o topo são mais 3,2km com um pouco mais de dificuldade do que o primeiro trajeto. Primeiro porque estaríamos subindo à noite mas também porque esse trajeto temos partes mais íngremes, dificultando mais a subida. Como fomos na baixa temporada havia apenas mais uma pessoa acampando no terreirão além de nós (e que subiria também o Pico de madrugada), por isso decidimos fazer a segunda parte do percurso com um guia local.

Não foi uma tarefa fácil chegar ao topo do Pico da Bandeira para ver o nascer do sol, levamos mais 2h nessa segunda parte da subida. Apesar de ser a mais acessível das montanhas mais altas do país com trilhas bem sinalizadas, à noite deve-se ter muita atenção para não se perder. Mas apesar de todo esforço e cansaço valeu muito a pena chegar ao cume do Pico da Bandeira e apreciar o nascer do sol com suas várias cores e tonalidades. Foi muito gratificante, diríamos indescritível!

https://youtu.be/hGEoolPQcb0

Lá vão algumas dicas para você que pretende subir o Pico da Bandeira de madrugada:

  • É necessário fazer reserva prévia e com antecedência pela internet
  • Você deve entrar no parque até no máximo as 15h30
  • Vá com roupas e sapatos confortáveis, o percurso é bastante longo e cansativo
  • Não esqueça de levar lanternas e roupas de frio. Mesmo no verão lá no alto do Pico a temperatura é bem mais baixa
  • Leve água e alimentos suficientes
  • O percurso todo (ida e volta) pode ser feito com mais ou menos 6 horas, mas é claro que você vai gastar mais do que isso se quiser ficar um bom tempo apreciando a vista do lugar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *